À vida



Eu queria ser o tipo de garota diferente,aquela que não é notada pelos atributos físicos,mas sim por que está em um canto calada e quieta lendo um livro,queria escutar músicas e admirar apenas a melodia,tocar violão,ser esperta e engraçada,queria um amor de verdade,um cara que se apaixonasse por mim, não por eu ser o estereotipo sexual perfeito,mas sim pelo meu sorriso,e por aquela piada inteligente que eu fiz a cinco minutos atrás,queria que primeiro fôssemos amigos e depois aos poucos nos apaixonássemos e então seriamos o casal mais unido do mundo,e todos olhariam para nós quando passássemos sorrindo pelo corredor,e então ele me beijaria apaixonadamente e diria palavras lindas ao meu ouvido,eu seria o tipo de garota linda que usa tênis all star,e calça jeans,com aquele jeitinho meio bagunçado,aquele cabelo meio desarrumado e aqueles olhos brilhantes no rosto,as pessoas não me notariam pela beleza,mas sim pelo meu brilho exterior,e apenas aquelas pessoas que não julgam o tempo todo saberiam admirar verdadeiramente o que eu seria,e eu teria bons amigos,amigos de verdade que nunca se vão ao longo da vida,que entenderiam o meu silêncio repentino e sempre ririam junto comigo,e não esse tipo de falsidade e amizade que se vai tão rápido como veio.E eu seria feliz!

By Kath

0 comentários:

Postar um comentário

 

Pesquisar

Receba as novidades por e-mail